Notice: Undefined index: file in /home/content/p3pnexwpnas05_data02/82/42132982/html/wp-includes/media.php on line 1148

Notice: Undefined index: file in /home/content/p3pnexwpnas05_data02/82/42132982/html/wp-includes/media.php on line 1153

Notice: Undefined index: file in /home/content/p3pnexwpnas05_data02/82/42132982/html/wp-includes/media.php on line 1153

Notice: Undefined index: file in /home/content/p3pnexwpnas05_data02/82/42132982/html/wp-includes/media.php on line 1153

Notice: Undefined index: file in /home/content/p3pnexwpnas05_data02/82/42132982/html/wp-includes/media.php on line 1153

Notice: Undefined index: file in /home/content/p3pnexwpnas05_data02/82/42132982/html/wp-includes/media.php on line 1153
A trajetória da Cloud9 no seu primeiro Major em CS:GO

A trajetória da Cloud9 no seu primeiro Major em CS:GO

Que jogo, que torneio, que final! Há quem diga que CS:GO é um jogo morto e há quem viu o recorde de espectadores em um único canal no Twitch nesse domingo. Cloud9 e FaZe proporcionaram, discutivelmente, a melhor final de Majors de CS:GO para mais de 1,3 milhão de pessoas ou quase 2 milhões se incluir os espectadores chineses!

Uma final eletrizante para o ELEAGUE Major 2018 com direito a três mapas, prorrogação, bombas desarmadas com menos de 0,5 segundo e lágrimas de alegria e tristeza. A equipe da Cloud9, uma das maiores organizações de e-sport do mundo, finalmente acabou com a maldição e clamou um título de Major para os norte-americanos. Depois de serem motivo de piada no cenário por nunca conquistarem títulos expressivos, o troféu não poderia ter vindo de outra maneira senão sofrido.

A jornada foi longa e nada fácil para Stewie2K, autimatic, Skadoodle, RUSH e tarik. Sem uma vaga no grupo das “Lendas”, a Cloud9 precisou batalhar com outros 15 times por 8 vagas da próxima fase. Em vitórias convincentes contra EnVyUs e Sprout, os norte-americanos não reconheceram a ótima fase da mousesports, e os derrotaram na Train para garantir um fácil 3-0 na primeira fase. Por mais otimista que os seus torcedores fossem, ninguém esperava três vitórias em três jogos, e a partir daí, a Cloud9 começou a chamar atenção de outros times e de analistas.

Porém no grupo das “Lendas”, as coisas não foram tão tranquilas. Parece que o destino queria mesmo testar a capacidade dos jovens americanos e logo no sorteio do primeiro jogo, teriam que enfrentar o super time francês comandado por shox e kennyS, que acabou os derrotando. Em seguida, enfrentariam um time sem muitas pretensões mas com muito poder de fogo graças a Xantares. A Space Soldiers surpreendou os espectadores e a própria equipe da Cloud9 na Cobblestone, mapa que provou ser um ponto fraco deles. Com 0-2 nos resultados, a equipe de Stewie2K precisaria de 3 vitórias consecutivas para conseguir chegar a Fase dos “Campeões”, chegar às finais do tão sonhado Major. Ninguém disse que seria fácil.

(Galeria/HLTV)

Na batalha dos desesperados, a Cloud9 eliminou a icônica line da Virtus.Pro de Taz e Neo em um de seus melhores mapas, Mirage, sepultando de vez o status dos poloneses de “Lendas”. Quando os espectadores descobriram que a partida seguinte seria contra os vencedores da ELEAGUE Major 2017, Astralis, grande parte perdeu as esperanças. Para muitos, o fim da corrida, e do sonho, era ali. Mas o destino parecia mesmo querer que a Cloud9 desse mais um motivo de alegria ao público local de Boston. Em uma vitória surpreendente, a Cloud9 venceu Astralis e conseguiu chegar no 2-2. Em seguida, enfrentaram e venceram uma das zebras de muito talento, Vega Squadron, para garantir sua participação nos playoffs do Major.

Em um sorteio nada amigável, a equipe azul teria a chance de se vingarem dos franceses da G2 nas quartas de final. E quem disse que Skadoodle e companhia precisariam de três mapas para mostrar que estavam com sangue nos olhos? Com duas vitórias convincentes por 16-8 e 16-7, a Cloud9 destruiu o coração dos franceses e deixou todos de cabelo em pé. Estava claro que, agora, todos teriam que reconhecer a ameaça norte-americana.

Na semifinal, era hora deles enfrentarem os atuais líderes do rank, duas vezes campeões de Major, o time com maior número de títulos em 2017, os brasileiros da SK Gaming. Mas eles sequer tomaram conhecimento disso, o primeiro mapa foi um espanco dos americanos, com 16-3 na Mirage. A equipe de Fallen que contava com felps no lugar de boltz devido as regras de participação em Major, precisou mostrar que mesmo sem estar no seu melhor, ainda oferece perigo suficiente para disputar uma final, e conseguiu empatar a série fazendo 16-8 na Cobblestone, possivelmente o pior mapa dos americanos. Mas não tinha jeito, parecia que todas as forças do planeta estavam jogando a favor dos americanos e eles nos eliminaram, com muita justiça, por 16-9 na Inferno.

O domingo enfim chegou, e era hora da Cloud9 provar do que era feito. Com uma SK enfraquecida, sem dúvida, a FaZe era o melhor time desse Major. Uma line de galáticos do CS:GO composta por Guardian, rain, NiKo, olofmeister e karrigan. Um time que dá medo só de ler os nomes. Seria o estilo agressivo e despojado dos norte-americanos suficiente para bater o dream team? Se dependesse somente da torcida, sim. Os torcedores fizeram questão de cantar o tempo todo e fazer muita pressão nas equipes adversárias. Claramente alguns jogadores da FaZe sentiram essa pressão, porque não conseguiram jogar o seu melhor. Tirando Guardian, que fez um torneio e uma final fenomenal, digna de seu auge, rain e NiKo deixaram muito a desejar.

(Galeria/HLTV)

Mesmo assim, a FaZe roubou o primeiro mapa dos norte-americanos com muito suor, por 16-14 após ter ficado 0-8 no primeiro tempo. Mas isso não calou os torcedores, pelo contrário, vieram muito mais animados para encorajar Skadoodle e tarik a trazerem uma de suas melhores perfomances nesse major. Com méritos, foi a vez da Cloud9 roubar o mapa da FaZe, com 16-10 na Overpass.

Era hora do último mapa, Inferno. Um mapa reconhecido por hospedar partidas lendárias e proporcionar um show na questão mental e habilidades na mira. Skadoodle jogou o fino do CS com a AWP e praticamente abriu e fechou os bombsites com ela, e com a ajuda de todos, mas principalmente de tarik, que seria coroado como MVP, destruiu a FaZe em uma prorrogação por 22-19 depois de ter que correr atrás de um prejuizo de 11-15.

Que história e que caminho os norte-americanos perseguiram. Batalharam e sofreram para chegar nas playoffs, a uma partida de serem eliminados, derrotaram todos os maiores times atuais de CS:GO. Um time que consegue eliminar a Astralis do major (atual 3º do ranking) dominar o super time francês (atual 4º), destruir os brasileiros que tem o melhor jogador do mundo (SK atual 1º) e ainda conquistar o caneco de forma sofrida e incrível em cima do dream team do jogo (atual 2º), não pode ser desmerecido. Um título definitivamente incontestável.

Tenho certeza que muitos torcedores americanos choraram e tremeram assim como Skadoodle após a vitória. É como se um peso fosse tirado das costas de todos. Sendo ele um dos maiores awpers do jogo, com tanto talento individual, foi difícil controlar as emoções após 3 eliminações em fases de grupo de Major, e logo na primeira em que chega nas finais, conquistou o título. Um título desejado desde os tempos da fantástica line da iBUYPOWER, mas que teve seu sonho interrompido por seus companheiros se envolverem em esquemas de partidas. Mas tanto ex-jogadores da iBUYPOWER e da própria Cloud9, como n0thing e seangares, devem ter deixado lágrimas escorrerem de felicidade.

Após tudo isso, pode ficar tudo pra trás. As críticas, o peso, a desmotivação, a raiva, as piadas. A Cloud9 provou que um time agressivo, ao melhor estilo PUG Rank S, mas que bem alinhado e em sincronia, pode bater de frente contra os times europeus mais táticos.

Uma final para ficar para a história e que, assim como retratado em filmes de Hollywood, tinha que ser para os americanos em solo americano.

(Galeria/HLTV)

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *