Brasileirão de R6: Ele voltou. Mas será que voltou, mesmo?

Brasileirão de R6: Ele voltou. Mas será que voltou, mesmo?

No último domingo, 30 de setembro, a temporada 2019 do Brasileirão de R6 foi iniciada. Oito times atualmente disputam o título de campeão brasileiro de Rainbow Six da temporada. Porém, é sabido que haverá certo conflito de interesses entre o Brasileirão de R6 e a Pro League LATAM.

Isto porque o Brasileirão de R6 voltou justamente antecedendo a semana #11 da Pro League. Faltando quatro rodadas para a definição dos dois finalistas mundiais da LATAM, seria cogitável o uso de reservas ou mesmo voltar completamente a atenção para a competição global. O problema, a longo prazo, é o impacto que o “abandono” do início do Brasileirão de R6 implicará.

Disputar um ou os dois campeonatos?

Por incrível que pareça, esta pergunta é muito complicada de ser respondida. Afinal de contas, as cinco melhores equipes ainda disputam os primeiros lugares (e Black Dragons, Ninjas in Pyjamas e Bootkamp brigam contra o rebaixamento direto). Ou seja, as próximas três rodadas terão muita disputa pelos últimos 9 pontos disponíveis.

Analisando friamente, a Pro League tem maior relevância para o cenário brasileiro como um todo, por dar vaga direta para a disputa das finais da Pro League mundial. Porém, o Brasileirão de R6 vem com uma estrutura renovada. Agora, ele traz mais competitividade entre as equipes e aumentando a importância de cada rodada.

Falando nisto, os pontos que as equipes “jogarão fora” caso foquem a Pro League farão falta no futuro. Como a Pro League, o Brasileirão possui rebaixamento direto, e apenas as quatro melhores equipes disputam os playoffs. E, por mais que a Pro League possa dar acesso à disputa de um título mundial, o título brasileiro não deve ser menosprezado. Ainda mais que as equipes que disputam os dois campeonatos são praticamente as mesmas.

Rodada de abertura do BR6 (Divulgação/Ubisoft)

Dois campeonatos semelhantes, mas não iguais

Tanto a Pro League como o Brasileirão de R6 possuem oito equipes disputando os campeonatos. Das oito equipes de ambos campeonatos, sete delas são comuns aos dois. FaZe Clan, Team Liquid, Ninjas in Pyjamas, Immortals, paiN Gaming, Team One e Bootkamp disputam a Pro League e o Brasileirão. A Black Dragons disputa apenas a Pro League, pois foi rebaixada no Brasileirão de Rainbow Six. Quem atualmente ocupa seu antigo posto é a ReD DevilS.

Além das equipes em comum, ambas as competições se baseiam em formato de disputas ida-e-volta, totalizando quatorze rodadas. Porém, aqui acabam as semelhanças entre os dois torneios. A Pro League possui apenas fase regular, com apenas os dois melhores times classificados para as finais mundiais. As rodadas são disputadas em séries md1, com vitória garantindo três pontos e o empate, um ponto para cada equipe.

Já o Brasileirão de R6 adotou um sistema de séries md2 para cada rodada, e a cada domingo, duas séries são disputadas. O sistema de pontuação varia entre três pontos (vencendo as duas partidas), dois pontos (vencendo uma das partidas e empatando a outra) e um ponto (cada equipe vencendo uma das partidas, por exemplo).

Além disto, as quatro primeiras equipes do Brasileirão de R6 vão para um sistema de escalada. No caso, é um sistema similar ao aplicado no CBLoL, para quem está familiarizado. Do quinto ao sétimo lugar disputam uma escalada invertida, junto com o segundo colocado do “Brasileirão B”. Aliás, o “Brasileirão B”, que dá acesso do Brasileirão de Rainbow Six, teve início nesta quinta-feira, dia 04.

E como fica o Brasileirão de R6?

Ao que parece, as equipes querem aproveitar ao máximo ambos campeonatos. Isto é ótimo para o cenário de Rainbow Six, pois haverão mais disputas entre as equipes ao longo do ano. Assim, as equipes chegarão mais fortalecidas para os demais campeonatos da temporada.

Pontualmente, foi vista uma substituição na Team Liquid, em sua disputa contra a FaZe Clan no domingo, com Silence jogando no lugar de psk. No entanto, a substituição foi repetida na rodada da Pro League, no dia 03 de outubro. Isto ocorreu por psk não apresentar boas performances recentemente, como disse seu companheiro de time Zigueira, em entrevista.

A rodada inaugural contou com FaZe Clan versus Team Liquid, com vitória da FaZe por 1 a 0, e o empate entre NiP e Immortals. Os jogos da primeira rodada do Brasileirão de R6 ainda terão a paiN Gaming enfrentando a Bootkamp e a Team One estreando contra a ReD DevilS.

Estes jogos ocorrerão no próximo domingo, dia 07. Até lá é bom acompanhar os times, pois deve se esperar por algumas estratégias e substituições. Elas serão usadas pelas equipes para tentar equilibrar o foco entre o Brasileirão de R6 e a Pro League. Portanto, fiquem atentos!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *