Ele chegou! Mundial 2017 – Fase de Entrada – Dia 1

Ele chegou! Mundial 2017 – Fase de Entrada – Dia 1

Finalmente o Mundial! Após meses de espera, fuso horário desleal para os espectadores ocidentais, a competição que reúne as melhores equipes de todo o planeta começou. O primeiro dia deu uma grande prévia de como o Mundial 2017 será, traçando um rumo promissor para equipes desacreditadas da Fase de Entrada e colocando receio nos cabeças de chave dos grupos que ainda não entraram no Rift.

Grupo A

A partida inaugural contou com um dos representantes chineses, a poderosa Team WE, enfrentando uma equipe que sempre chega ao palco internacional rodeada por dúvidas e expectativas, a Lyon Gaming. Logo nos primeiros minutos de jogo, a atitude dos, até então, underdogs leões, colocou em cheque o rótulo de “grupo da morte” aplicado ao seu Grupo A, que também conta com uma decepcionante Gambit. As estrelas vermelhas terminaram o primeiro dia de competição zerados, sendo derrotados por seus adversários chineses, que cravaram duas vitórias, e mexicanos, com apenas uma vitória.

Ignorando as previsões e o retrospecto péssimo em competições internacionais, os leões do LAN ficaram bem perto da vitória contra a Team WE, escancarando as deficiências da equipe chinesa e tomando os erros cometidos como base para cravar uma vitória contra a representante russa. Os chineses buscaram mostrar seu favoritismo e, dentro de casa, foram soberanos, mas sangraram. Os representantes do CEI também fez oposição às expectativas, ficando completamente apagada no primeiro dia de Mundial, jogando muito abaixo do nível apresentado na fase regular e playoffs da LCL.

Grupo B

No Grupo B, Team oNe, Cloud9 e DireWolves protagonizaram as partidas unilaterais do dia. Na estreia dos meninos de ouro, um draft duvidoso contra o terceiro seed da NALCS foi extremamente punido pelos norte-americanos, porém isso não foi exclusividade da partida contra os brasileiros. Os lobos da Oceania também sofreram na mão da Cloud9, perdendo o duelo contra a equipe da NALCS rapidamente e sem o mínimo esboço de reação.

Seguindo a fórmula de vitória da C9, a DireWolves fechou o primeiro dia do Mundial 2017 om precisão cirúrgica e rapidez. Os australianos bateram os vencedores do CBLoL, um resultado inesperado pela maioria dos espectadores, em apenas 25 minutos de partida onde não houve espaço para reação ou tentativas de respirar dos brasileiros.


Os destaques do primeiro dia ficam para o caçador russo, Diamondprox, que retornou ao Mundial após 5 anos e continua jogando em alto nível, liderando sua equipe, a Gambit, em momentos delicados e surpreendentes da partida. Do lado da Lyon Gaming, o atirador Whitelotus teve atuações acima da média, mostrando vasto conhecimento de suas escolhas e mecânicas apuradas que eram utilizadas para derreter os adversários. O destaque da casa veio de Condi, o caçador da Team WE teve papel importante para assegurar as vitórias de sua equipe, agindo para manter ou aumentar o momentum.

O primeiro dia se encerra e já deixa apreensão no ar. Em um dia de surpreendes níveis de jogo apresentados, as performances abaixo da média de favoritos roubaram a cena, colocando os Grupos A e B em situações delicadas para amanhã, onde teremos as rodadas decisivas dos classificados para a próxima fase.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *