Fnatic vence a final da EU LCS

Fnatic vence a final da EU LCS

Fnatic e Schalke travaram hoje a batalha pelo troféu da LCS europeia. A FNC e o MVP do Summer Split Caps tentavam defender o título, mas os desafiantes do dia mostraram logo de cara que favoritismo não seria suficiente para garantir a vitória. Mas, apesar da qualidade dos adversários, a tradicional equipe britânica se recompôs na segunda partida e buscou, mais uma vez, a glória.

JOGO 1

Os desafiantes mostram seu valor

Na seleção de campeões da primeira partida, a Fnatic montou uma composição para permitir Caps carregar com sua Akali. Porém, o Schalke tinha uma estratégia preparada para o caso e com Skarner, Lissandra e Varus, forçou um atraso nos itens dos adversários, que tiveram que comprar a Bandana de Mercúrio.

Com vantagem nos itens e à frente no Bot e no Top, graças a bons ganks de Amazing, a equipe alemã forçou lutas quando estava com o jogo sob seu controle. A Fnatic precisava de mais tempo para que sua composição de escalamento crescesse, mas não conseguiram segurar as boas iniciações dos adversários e sucumbiram em 29 minutos.

Estatísticas da primeira partida.
Com excelente atuação de Amazing, que participou de 16 dos 17 abates da equipe, o Schalke venceu a primeira partida.

JOGO 2

Os defensores do título se erguem

Com uma composição que, mais uma vez, favorecia lutas antes de 30 minutos, o Schalke precisava fazer o mesmo na segunda partida para repetir o sucesso da primeira: vencer o Bot e o Top com a ajuda de Amazing e se juntar assim que estivessem com vantagens para forçar lutas e acabar com o jogo rapidamente.

No começo, parecia que tudo iria como planejado, mas Nukeduck e companhia não mostraram boa coordenação nas lutas e começaram a jogar fora as vantagens que conseguiram. Com isso, a Fnatic começou a controlar a partida. Com Kai’sa e Cassiopeia na composição, a FNC abateu o Barão com extrema rapidez aos 23 minutos e sufocaram seus adversários até destruir o Nexus aos 27 minutos de jogo.

Estatísticas da segunda partida
Rekkles brilhou com sua Kai’sa na segunda partida, levando sua equipe ao empate na melhor de cinco.

JOGO 3

Fnatic mantém tudo sob controle

Depois da segunda partida, o Schalke quis acelerar a partida ainda mais. Escolhendo LeBlanc e Ezreal, o plano era aproveitar o pico de poder de dois itens dos carregadores para acabar com o jogo antes que a Fnatic pudesse reagir. Para isso, precisavam de abates e objetivos nos primeiros 15 minutos de partida, principalmente nas mãos de Nukeduck com sua LeBlanc.

Porém, foi a Fnatic que controlou o Mid, com a pressão do Malzahar de Caps e presenças constantes de Broxah e Hylissang. Sem a vantagem que precisava, Nukeduck não conseguiu impactar o jogo e, mesmo com a enorme vantagem que Viziscasci conquistou na rota do topo, a FNC administrou a partida até o ponto em que a Kai’sa de Rekkles seria demais para o Schalke. Com picos de poder mais fortes e excelentes jogadas de Hylissang com seu Pyke, a Fnatic venceu sua segunda partida da série.

Estatísticas da terceira partida.
Nukeduck não conseguiu impactar o jogo com sua LeBlanc, o que deu espaço para o atirador adversário garantir a vitória para a Fnatic.

JOGO 4

O retorno dos reis da Europa

Mais uma vez a Fnatic selecionou uma composição muito poderosa para lutas de time, com Ryze e Xayah para distribuir dano e Zac, Ornn e Rakan para facilitar o trabalho dos carregadores. Já o Schalke resolveu mudar um pouco o estilo e colocar a Irelia nas mãos de Nukeduck e o Gragas nas mãos de Amazing, na tentativa de vencer a rota do meio em dupla para depois ajudar o resto do time a conquistar vantagens.

Mesmo com um bom começo de partida de Broxah, o Schalke conseguiu vantagens no Mid e na rota inferior, com destaque para o abate de Nukeduck contra Caps no um contra um na rota do meio. Porém, o Jungler da Fnatic continuou a impactar a partida e a equipe alemã escolheu lutas ruins, o que os impediu de impulsionar sua supremacia no quarto confronto.

Estatísticas da quarta partida.
O Zac de Broxah foi extremamente importante para garantir o resultado na partida decisiva da final europeia.

Ainda atrás na contagem de ouro, a Fnatic começou a dominar a partida, controlando a visão do mapa e conseguindo abates fáceis que abriram as portas para a virada. Os picos de poder de três itens do Ryze de Caps e da Xayah de Rekkles eram demais para o Schalke, e com a iniciação combinada de Zac, Rakan e Ornn, era improvável que a equipe alemã conseguisse encontrar espaços para vencer uma batalha cinco contra cinco.

Na luta final, a Fnatic dominou como esperado e, com direito a um Quadra Kill de Rekkles, os reis da Europa finalizaram a melhor de cinco em 3 a 1, garantindo sua presença no Mundial como primeiro seed europeu.

O RESULTADO

Com a vitória por 3 a 1, a Fnatic consolida seu reinado na EU LCS e agora já está de olho no Mundial, com sua vaga garantida. Nas três vitórias da final, a tradicional equipe mostrou sua superioridade, impondo seu próprio ritmo e conquistando abates e objetivos mesmo quando estava atrás na contagem de ouro. O time jogou como se estivesse 5.000 à frente em ouro, mesmo quando estava dois ou três mil atrás. Com este estilo de jogo agressivo e com o talento de Caps, Rekkles e companhia, a Fnatic é o time ocidental com maiores expectativas para o mundial.

Fnatic e sua torcida.
A Fnatic vai representar o League of Legends europeu no Mundial mais uma vez.

O Schalke veio ao segundo semestre com o objetivo de mostrar que merecia fazer parte da LCS, mas conquistou muito mais. Com a classificação à final, mostraram que podem fazer parte da elite do LoL europeu e competir com os melhores do continente. A primeira vitória da série também mostrou que a equipe pode sonhar alto, mas a má performance nos jogos finais mostrou que ainda há muita evolução pela frente. Sob a liderança de Amazing e contando com o talento de Nukeduck, o Schalke vai às finais regionais disputar a última vaga para o Mundial na Coréia contra G2, Splyce e Misfits.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *