Garbo e elegância: uma análise dos looks da Final do CBLoL 2018

Garbo e elegância: uma análise dos looks da Final do CBLoL 2018

O CBLoL definitivamente não deixa a desejar nos quesitos estilo e elegância. Semanalmente o torneio presenteia seus espectadores com uniformes descolados, jaquetas com cotoveleiras de couro, bigodes azuis e cabelos que parecem ter saído da última edição da Shōnen Jump, demonstrações de bom gosto de dar inveja a outras regiões ao redor do mundo.

Sempre em destaque durante as rodadas, a liderança sobre esse movimento recai à equipe de transmissão. Cada um dos narradores, analistas e repórteres da Riot demonstra um estilo próprio, com figurinos específicos e, salve exceções, com muita coerência.

O eInsider esteve na Final da Escalada do CBLoL 2018, e pode ver de perto os resultados de todo o trabalho posto para vestir os principais rostos do torneio. Apresentamos abaixo nossas impressões, debatendo os looks dos cinco escalados para comandar o maior evento da Primeira Etapa: Dócil, Melão, Gstv, Tixinha e Schaeppi.

Gustavo Dócil – Stick to the basics

Dócil acertou em cheio na combinação para uma tarde tão importante. Como host do CBLoL e mediador da roda de análise, o clássico terno preto com colete e gravata escuros, sobrepostos por uma camisa xadrez branca não deixaram a desejar.

A única ressalva fica para o tamanho do terno, que poderia ser ligeiramente menor, ou ter um botão fechado para não cair e acumular na manga. Ainda assim, isso não o impediria de ir direto de lá para um jantar de negócios com seus sócios ou de ser padrinho de um casamento mais tradicional.

Melão – Estilo é para poucos

Diferente de seus colegas de transmissão, que focam em tons mais escuros, Melão costuma navegar por tons claros e pastéis, os quais acompanharam-no durante a Final. Pouquíssimas pessoas tem a ousadia e elegância de vestir – muito bem, diga-se de passagem – um terno azul claro com camisa branca de bolinhas e gravata borboleta rosa, além da clara homenagem ao Pantone de 2016, ainda que em intensidades opostas de tom.

Melão também já se apresenta pronto para um casamento, mas no campo ou até mesmo na praia, assistindo um lindo pôr do sol com Nelson e um grupo de amigos próximos. Removendo o terno, um passeio por Pinheiros ou pela Vila Madalena também estaria sob seu alcance, sempre ao lado de seu Bull Terrier.

Precisamos falar sobre Gstv

A análise do figurino de Gstv precisou passar por diversas etapas para ser fundamentada. Após horas de reprises de transmissão, estudos sobre jogo de cores e um questionamento sobre bom gosto, foi tirada uma conclusão: o analista não possui um guarda roupas.

Ternos extremamente básicos, camisas largas e com padrões ultrapassados, Gstv claramente seleciona sua vestimenta para a transmissão em um closet escuro de seu pai ou de algum tio, o que justifica também a combinação de terno preto com uma camisa azul clara com uma faixa azul escura no centro. Como a transmissão também é destinada a crianças isso não foi mostrado, mas há rumores de que uma latinha de Kaiser e uma garrafa de Dreher foram vistas em seu camarim.

Schaeppi e Tixinha sonham com o dia no qual Gstv aparecerá com roupas combinando para a transmissão.

Tixinha – Por dentro da geração Y

Enquanto os analistas possuem um visual mais formal, a dupla de narração mostra um distanciamento da seriedade. O terno básico, aliado à camiseta lisa com gola em V é jovem e descolada, ideal para o CEO da última startup de sucesso do Vale do Silício. Com Zuckerberg sendo interrogado na justiça, quem sabe nosso grande amigo não consegue alavancar um novo negócio?

Schaeppi – Domínio completo

Pronto pra qualquer parada, Schaeppi não dispensa seu esporte fino. Apenas apreciem o brilho de seu terno e o caimento da camisa bordô, com destaque para o botão vermelho que clama por um dente de ouro quando ele mostra seu mitológico sorriso.

Schaeppi apresenta-se como ose fosse o dono de uma boate, como os jovens diriam, top. Ele domina o jogo e transmite a melhor experiência possível para seus expectadores, com uma presença fortíssima que depende tanto da sua voz quanto de como se apresenta.

Bônus – o Rei do Gado

Apesar da análise acima tratar apenas da final, era inconcebível terminá-la sem citar Diego “Toboco” Pereira e seu paletó de camurça marrom. Inspirado por Antônio (Antônio Fagundes) após a reprise da telenovela O Rei do Gado, Toboco se apresentou em algumas Semanas dessa etapa com a vestimenta peculiar, comprada sem dúvidas na Festa do Peão de Barretos de 2017, junto a um chaveiro do Boi Bandido.

Um look digno para marcar presença nos maiores leilões de gado Nelore ou cavalos Mangalarga Marchador em alguma fazenda do Mato Grosso.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *