Inside Info – Metade de Temporada Regular

Inside Info – Metade de Temporada Regular

Com o final da quarta rodada do CBLoL, oficialmente, passamos da metade da temporada regular e estamos entrando na reta final da competição. Com a RED Canids já classificada matematicamente para os playoffs, as últimas três rodadas reservam surpresas e serão decisivas para estabelecer as equipes que ocuparam as vagas restantes nos playoffs e até mesmo as equipes que irão disputar as partidas de rebaixamento.


Antes do começo da temporada regular, foi lançado o primeiro Inside Info com o intuito de promover um power ranking das equipes do CBLoL e traçar possíveis potências, underdogs e decepções do primeiro Split. Foram utilizados tiers para agrupar as equipes e mostrar a possível força de cada uma delas.

Agora, com a chegada da metade da temporada regular, o Inside Info terá o objetivo de passar um panorama geral de todas as equipes até a presente rodada, apontar os pontos fortes e fracos de cada, citar o motivo de, caso exista, mudança de tier de alguma equipe em relação ao power ranking pré-CBLoL e, o mais importante, passar um insight sobre o caminho que elas têm pela frente até o final da temporada regular.
(As equipes estão ordenadas de acordo com as respectivas classificações na temporada, seguindo a tabela de pontuação oficial do CBLoL encontrado no br.lolesports.com)

RED Canids: Possivelmente o único time que conseguiu adaptar seu sistema de jogo por completo ao meta atual. Liderada por grandes atuações de Tockers e brTT, a equipe de estrelas da RED mostra todo o seu potencial estando invicta até o momento no torneio, superando qualquer receio que se havia sobre a capacidade de seu atirador voltar a atuar em altíssimo nível após uma temporada amargando a reserva da paiN. A chegada de Tockers à equipe foi um diferencial essencial ao crescimento dessa equipe, o midlaner mostrou que ele tem tudo para ser o melhor jogador da posição em nosso cenário e vem guiando a equipe à vitória com atuações e jogadas espetaculares e liderando com um shotcall impecável.

Outro destaque da equipe é o toplaner Robo que, a cada partida, surpreende mais ainda e mostra que o bootcamp na Coréia do Sul (feito junto à sua antiga equipe, a Keyd Stars) foi de extrema importância para seu gameplay.  Com esse começo arrebatador e com poucos erros, a RED Canids superou as expectativas e, ao invés de se posicionar no Tier A, consegue até o momento se manter isolada no Tier S dessa temporada.

INTZ e-Sports Club: A grata surpresa desse CBLoL. Honrando sua história de “underdogs”, os novos Intrépidos se aproveitaram dos deslizes de CNB, paiN e Keyd e chegaram à parte de cima da tabela. Com uma mente brilhante por trás da equipe, a “nova” INTZ conseguiu unir a experiência de sua botlane com a entrega de seus novos jogadores para arrancar grandes resultados contra equipes consideradas mais fortes e mais consolidadas. Ótimas atuações dos sololaners, Envy e Ayel, levaram os intrépidos ao segundo lugar da tabela (embora empatados na pontuação com paiN e Keyd, a INTZ vence nos critérios de desempate). A cada rodada, a equipe da INTZ apresenta mais potencial conforme acerta seu sistema de jogo (o macro play superior da INTZ tem sido seu trunfo nas últimas semanas). O trabalho do coach Peter Dun, em conjunto com as demonstrações de habilidade dos novos jogadores, fazem a INTZ passar a integrar o Tier A, subindo direto do Tier C com apenas 4 semanas de nova line-up.

paiN Gaming: A equipe que tinha tudo para ser a maior potência dessa temporada – bons drafts, grandes jogadores e bastante experiência -, porém esbarrou em alguns problemas relacionados a decisões in-game e atitude. O time se mantinha passivo em situações que pediam alguma decisão arriscada, os protagonistas da equipe eram muito cautelosos na hora de executar algo e acabavam perdendo seu “brilho”. Tropeçaram em dois duelos em que eram considerados favoritos, cederam um mapa para a OPK e perderam a série para a INTZ. Apesar desses pequenos obstáculos, a paiN se mantém como uma das favoritas desse CBLoL pois seus erros são de fácil solução e, como aconteceu na segunda partida contra a OPK, a equipe conta com algumas cartas na manga que são os seus reservas, sempre prontos para entrar nas séries e buscar o resultado e surpreender os adversários com estilos de jogo diferentes.

Keyd Stars: Com um começo de CBLoL delicado, uma derrota seguida por um empate, a equipe de estrelas do país mostrou que ainda não se adaptou e não conseguiu encaixar um sistema de jogo coeso. Apesar dos grandes nomes em seu plantel, jogadores com passagem por campeonato mundial e alguns recém-chegados de um bootcamp na Coreia do Sul, a Keyd não teve os resultados esperados no começo do torneio, porém já começa a mostrar suas garras: a skill individual aparece para salvar o dia e manter o time embolado no segundo lugar com paiN e INTZ.

CNB e-Sports Club: Os Blumers não tiveram moleza até agora nesse CBLoL. A equipe não correspondeu às expectativas, alguns jogadores estão jogando muito abaixo do nível da equipe, taticamente a equipe está bastante fragilizada desde a saída de seu ex-coach, Djokovic. Apesar de terem liderado a temporada regular e chegado à grande final da segunda etapa de 2016, a CNB não conseguiu dar sequência ao trabalho que vinha sendo feito e, por isso, estão amargando apenas a quinta colocação nessa temporada. Caso os Blumers não esbocem uma reação e a equipe permanecer na faixa da tabela em que se encontra hoje, as chances de participarem de uma provável disputa contra o rebaixamento é altíssima, isso seria o “fundo do poço” para a equipe que tem jogadores que já representaram o país em um Mundial e já alcançaram a final do CBLoL em outros momentos.

Operation Kino: Apesar da baixa posição na tabela, a Operation Kino se mostrou uma equipe surpreendente. Como foi falado no primeiro Inside Info, a OPK sempre causou grande impacto no CBLoL com line-ups com poucas expectativas e muito trabalho de equipe, e na temporada atual não tem sido diferente: a Kino conseguiu realizar muitos bons jogos e até tirar um empate contra a paiN. Liderados pelo midlaner Dynquedo, a equipe consegue se manter bem dentro de suas limitações e executar boas estratégias, porém encontra um pouco de dificuldades na hora de fechar o jogo e acabam perdendo a partida. Depois da INTZ, foi a equipe que mais trouxe surpresas para esse CBLoL, não havia expectativa alguma no potencial individual de seus jogadores e, com o decorrer do campeonato, eles estão se apresentando muito bem.

KaBuM eSports: Essas quatro semanas apontaram uma diferença chave entre Kabum, REMO e OPK: a importância da experiência. Mesmo com três derrotas, a única vitória (justamente em cima da OPK), foi onde a Kabum mostrou que sua experiência em CBLoLs pode ser seu trunfo para permanecer no torneio e evitando o rebaixamento. A Kabum ainda tem pela frente dois confrontos contra equipes que estão no topo da tabela e um confronto chave contra a REMO, atual adversária direta contra o rebaixamento.

REMO Brave eSports: Era minha aposta de surpresa para esse CBLoL, a equipe que dominou o cenário desafiante e foi campeã invicta chegando na primeira divisão do LoL brasileiro com alguns jogadores que foram muito cobiçados por grandes equipes do cenário. No final de quatro rodadas, a REMO Brave se encontra na última colocação, dois pontos atrás do penúltimo colocado, colocando a equipe novata do CBLoL em uma situação delicada na disputa para evitar o rebaixamento. Apesar dos resultados ruins, a REMO Brave sempre se posicionou de igual para igual com seus adversários, em momento algum se colocavam abaixo do nível de outras equipes e executavam bons jogos mesmo tendo limitações em relação à algumas equipes. Essa postura rendeu um empate muito bem jogado contra a Keyd. Com jogos dificílimos nas três rodadas finais, a REMO tem um longo caminho para evitar o rebaixamento.

No próximo sábado (18/02), o CBLoL volta e vai ser dada a largada da reta final da temporada regular, nas próximas semanas serão definidas as equipes que se juntaram à RED para fazer parte da disputa dos playoffs e quais serão as equipes que disputaram o rebaixamento. Você pode acompanhar ao vivo nos canais oficiais da Riot Games Brasil e no SporTV 3, a partir das 13hrs.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *