Inside Info – Prévia Playoffs

Inside Info – Prévia Playoffs

Encerrada a temporada regular da primeira etapa do CBLoL 2017, é hora de fazer uma análise sobre o panorama geral das equipes. Essa edição do Inside Info traz os retrospectos das equipes classificadas para os playoffs e os desafios que elas enfrentaram a partir de agora.

Seguindo a ordem dos confrontos,

Fotos: Bruno Alvares

INTZ e-Sports: Os intrépidos surpreenderam, depois de um início fraco os meninos da INTZ voltaram por cima e conseguiram, na última semana, alcançar a primeira colocação do CBLoL após um deslize da RED.

Com partidas convincentes, um sistema de jogo muito bem adaptado às suas peças e um leque de campeões inesperado, a equipe da INTZ mostrou, novamente, seu ótimo trabalho com jogadores novatos e, em alguns casos, contestados. A liderança foi a recompensa de muito trabalho por parte dos jogadores e, principalmente, comissão técnica que soube usar suas peças e dar liberdade para os jogadores crescerem dentro de suas funções e limites. A grande arma desse time é o trabalho em equipe, eles podem não se destacar individualmente igual outras equipes dessa etapa, porém apresentam melhor macroplay e melhor entrosamento.

A equipe reformulada chega aos playoffs com a mesma cara da equipe antiga: bem fortes na busca pelo título e com a confiança elevada por grandes vitórias na temporada regular.

Fotos: Bruno Alvares

Keyd Stars: Alguns consideram o time galáctico da Keyd como uma das decepções desse CBLoL. Com um elenco recheado de ótimos jogadores, alguns os melhores na temporada passada e outros dentro do top 3 de suas posições, a expectativa que existia nessa equipe não foi correspondida imediatamente.

Diferentemente da INTZ, sua adversária nas semifinais, o time da Keyd se apoia na habilidade individual e experiência, pontos fortes que podem atrapalhar um pouco o sistema de jogo da equipe devido à alocação de recursos para toda equipe, criando alguns déficits na equipe nos momentos em que precisa crescer dentro de uma partida. Ironicamente, esses pontos que são uma “fraqueza” da Keyd contra outros adversários, podem sem as vantagens contra a INTZ nas semifinais.

Palpites do staff eSports Insider:

João Vitor “Fokinha”: INTZ 3-1 Keyd

“O maior ponto fraco da Keyd Stars é exatamente a maior força da INTZ: mid e late game shotcalling. Mesmo quando teve grandes vantagens no early game, a Keyd teve dificuldade em fechar suas partidas (o time tem a maior duração média de jogos da liga com mais de 43minutos por jogo). A única chance da Keyd vencer essa série é dependendo de uma performance dominante do trio Yang, Revolta e esA ou de uma performance ruim do mid laner Envy, que jogará sua primeira série de playoff contra os guerreiros da Keyd. ”

Bernardo “paradiso”: INTZ 3-1 Keyd

“A equipe da INTZ veio crescendo ao longo de toda a temporada regular, diferente da Keyd que, em minha opinião, só apresentou uma série verdadeiramente consistente (contra a RED Canids válida pela última rodada). Os intrépidos também apresentam o menor tempo médio de duração (30:24) em partidas desse CBLoL, critério que os colocou na primeira colocação à frente da RED Canids, enquanto a Keyd apresenta os mais longos (43:42), isso pode ter efeitos imensos na partida caso a INTZ tenha controle do early game, consequentemente, criando vantagem para o resto do jogo. ”

A INTZ e Keyd Stars se enfrentam no dia 25 de março (sábado), às 13hrs.


Fotos: Bruno Alvares

 

Red Canids: Empolgando durante grande parte da temporada regular, os canídeos quase conseguiram a primeira temporada perfeita do CBLoL, perdendo a invencibilidade apenas na sexta semana em um empate contra a paiN Gaming.

O início esmagador da equipe pode ter mascarado alguns problemas, mas, as vitórias garantidas no começo no campeonato e a classificação precoce para os playoffs, deram tranquilidade para a equipe disputar a duas últimas rodadas do CBLoL sem depender de resultado (os resultados apenas influenciariam no seeding para as semifinais).

Um time extremamente capaz individualmente e coletivamente, se mostrou uma potência dessa temporada, apenas apresentando problemas em jogos em que precisava alocar muitos recursos em diversas rotas ao mesmo tempo (O sistema de jogo da RED não favorece um estilo de jogo em que tenham um campeão no topo que necessite de muitos recursos para ser relevante, apesar de seu jogador do topo, Robo, conseguir se manter relevante mesmo jogando “atrás”.)

Possivelmente os favoritos para o título devido ao retrospecto da temporada regular, os canídeos têm experiência de sobra em seus jogadores, o que pode ser um fator decisivo nas séries dos playoffs, porém devem aprender com os resultados das duas últimas rodadas da temporada regular a fim de evitarem outros tropeços e, assim, cravarem seu primeiro título do CBLoL.

Fotos: Bruno Alvares

paiN Gaming: A maior torcida do país tem muito o que comemorar, depois de um começo de CBLoL repleto de tropeços individuais e coletivos, a paiN Gaming conseguiu superar as adversidades e alcançou uma vaga para os playoffs.

Era uma das maiores apostas, se não a maior, desse CBLoL. A equipe se recheou de ótimos jogadores, conseguiu reservas de luxo, contava com a volta de Loop ao competitivo e vinha se beneficiando pelo crescimento constante de seu técnico, Mit. Esses fatores colocavam a paiN como uma candidata fortíssima para a briga no topo da tabela, porém algumas partidas ruins contra adversários considerados mais fracos fizeram a paiN se posicionar no bolo do meio da tabela por algumas semanas.

Com a chegada das últimas rodadas, a equipe conseguiu se estabelecer e firmar seu sistema de jogo. A consolidação do sistema de jogo aliada ao uso constante de reservas, que altera dentro de cada série o estilo de jogo imposto pela equipe, são as grandes armas da paiN para esses playoffs.

Palpites do staff eSports Insider:

João Vitor “Fokinha”: RED Canids 2-3 paiN Gaming

“Apesar de apostar na paiN, não ficaria surpreso se a RED vencesse. O que me surpreenderia seria uma série com menos de quatro jogos. A matilha vem em queda e um dos principais motivos foi a chegada do patch 7.4 (onde sofreu as três derrotas em mapas nesse CBLOL) que diminuiu a popuaridade de tanks no top. Por essa mesma lógica, os melhores momentos da paiN foi quando Mlyon estava usando um damage dealer, sendo Rumble o seu favorito. A paiN mostrou muitas dificuldades de shotcall durante o split e a RED perdeu seu conforto com a mudança do meta, fazendo com que seja uma série difícil de prever e que será definida nos detalhes. ”

Bernardo “paradiso”: RED Canids 2-3 paiN Gaming

“Acredito que o ponto chave para vencer essa série vai ser a capacidade de adaptação das duas equipes, com base nisso coloco a paiN à frente da RED. Com uma comissão técnica melhor e mais experiente e cartas na manga que foram utilizadas já na temporada regular, eu vejo a paiN como uma equipe com maior capacidade de se modificar dentro da série, contornando possíveis pontos fortes da RED, seja alterando os jogadores entre partidas ou até mesmo alterando o estilo de jogo de alguns membros da equipe por um bem maior.”

A paiN Gaming e RED Canids se enfrentam no dia 26 de março (domingo), às 13hrs.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *