Ressaca de Carnaval – Semana 4 – CBLoL 2018

Ressaca de Carnaval – Semana 4 – CBLoL 2018

Olha o CBLoL aí gente!

Após uma pequena pausa para nosso maravilhoso carnaval, o CBLoL está de volta! Dessa vez, nós temos uma novidade:

Acompanhado do artigo, o eInsider traz o novíssimo LoL em Áudio, um podcast sobre League of Legends que aborda os principais pontos da rodada e a famosa irreverência dos membros deste grande portal.


A quarta rodada de jogos, realizada nos dias 17 e 18 de fevereiro, trouxe ao público o início da definição das equipes da escalada até o título. A pausa para o carnaval fez bem para algumas equipes e mudou o panorama da fase regular, mas ainda assim a semana de disputas apontou velhos problemas e causou grande confusão na parte de baixo da tabela, complicando a situação das equipes que pouco pontuaram.

No sábado, Keyd e paiN travaram um duelo que tinha potencial para embolar ainda mais a tabela da temporada regular. A seguir, Kabum e ProGaming se enfrentaram em uma prévia dos playoffs, onde ambas as equipes mostraram suas forças, porém tiveram suas fraquezas exploradas.

(Divulgação / Riot Games)

O plantel de Revolta e cia teve pela frente uma paiN diferente que, após semanas apáticas e com jogos baseadas em táticas reativas, sem tentativas firmes de impor um ritmo nos jogos, chegou para a quarta semana com outra mentalidade. Na primeira partida da série, grande atuação coletiva, jogadas agressivas, controle de objetivos e bom proveito das vantagens garantidas decidiram o resultado em favor da paiN, se distanciando das partidas passadas da equipe, onde atuaram muito abaixo do potencial de um plantel recheado de astros. Apesar da boa apresentação da paiN, série foi decidida com duas vitórias agudas da Vivo Keyd, que ficaram marcadas por ótimas atuações do suporte Luan “Jockster” Cardoso e a escolha inusitada de Rammus, na mão do caçador Gabriel “Revolta” Henud.

Com a vitória, a Vivo Keyd chega aos 9 pontos na tabela, empatando com RED Canids Corinthians e se aproximando da classificação para a fase final. Do lado da paiN, a derrota pode ter complicado, momentaneamente, as chances de classificação, porém a melhora no nível de jogo é notável, abrindo espaço para que a equipe cresça ainda mais e, eventualmente, consiga chegar aos playoffs.

(Divulgação / Riot Games)


Sensação do campeonato e recém promovida do Circuitão, a Kabum vem jogando com pinta de campeã. Em uma série difícil contra a fortíssima equipe da ProGaming, a atual líder invicta da fase regular mostrou que vão precisar de muito esforço para ser derrubada.

Três partidas decididas em detalhes cravaram a melhor série desse final de semana, com vitórias construídas em pequenas vantagens cedidas por erros menores ainda que, ao longo dos jogos, iam se transformando em uma enorme bola de neve. No primeiro duelo da disputa melhor de três, o atirador Alexandre “Titan” Lima abusou de sua ousadia & alegria e, com grandioso suporte de seu companheiro de rota Marcelo “Riyev” Carrara, executava jogadas agressivas a todo momento, ampliando ainda mais toda a vantagem conseguida na rota ou em pequenas lutas. Ao final da partida, o atirador manaura garantiu 10 abates, nenhuma morte e uma jogada apresentada no The Penta. Mesmo derrotada na segunda partida, fato causado por uma grande vantagem construída pela ProGaming ao praticamente anular o jogo do caçador Filipe “Ranger” Brombilla, a Kabum voltou para a terceira partida com a mesma força dos outros jogos, saindo com um 2 a 1 na série. Vale ressaltar que, apesar de ter sido anulado na segunda partida, as atuações do caçador da Kabum têm sido de extrema importância e bem acima da média do atual CBLoL, colocando Ranger como uma das peças-chave dessa equipe e um dos melhores do campeonato.

A vitória isola a Kabum na liderança da fase regular com 12 pontos, praticamente classificada para a próxima fase, e coloca a ProGaming sentada nos 6 pontos.

(Divulgação / Riot Games)

Abrindo o domingo, o duelo entre as duas campeãs do CBLoL de 2017 foi marcado por novidades e erros. RED Corinthians e Team oNe se encontraram em Summoner’s Rift para travar um duelo decisivo para a representante do Brasil no Mundial 2017 e de mudanças para o plantel galático do Timão.

Precisando vencer para ficar em situação confortável, os Golden Boys pareciam perdidos dentro do jogo. Em debate, Alanderson “4Lan” Meireles afirmou que a própria equipe “não sabe o que está acontecendo” para não estarem vencendo suas partidas, enquanto especialistas buscam uma resposta, apontando que o atual meta não se encontra favorável para os jogadores que embalaram o último split do CBLoL 2017. O resultado da série refletiu esses fatores, com um 2 a 0 sonoro para a Red Corinthians, que trouxe novidades para a quarta rodada, contando com a presença da psicóloga Alessandra Dutra na hora do draft e de uma tradutora, após a demissão de Ram “Brokenshard” Djemal e Lee “Icarus” In-Cheol da comissão técnica decorrente de problemas internos e da derrota na terceira rodada da atual temporada. Liderados pelo caçador Park “Winged” Tae-Jin, a Matilha jogou de maneira bem mais consistente, com imensa sinergia, não dando espaço para o caçador da Team oNe ditar um estilo de jogo mais agressivo e evitando qualquer tipo de vantagem irreversível para os Golden Boys.

A derrota para a RED complica bastante a vida da Team oNe que, após quatro rodadas, ainda permanece nos 3 pontos e se distancia um pouco mais de uma posição mais confortável. Por sua vez, do lado da Matilha, a vitória deixa os campeões da primeira etapa de 2017 com 9 pontos e posição confortável na tabela.

(Divulgação / Riot Games)


Fechando a rodada, a atual campeã da Superliga, INTZ, e mutável CNB batalharam por 3 importantes pontos para os Intrépidos e uma possível redenção para os Blumers. Zerados na tabela até o início da quarta rodada, a INTZ precisava vencer para manter viva a esperança de playoffs, enquanto a CNB tinha pela frente o desafio de manter a consistência da terceira semana, onde conseguiram sua primeira vitória.

Nesse duelo de desesperados, a intrepidez prevaleceu. Atuações magníficas do meio Bruno “Envy” Ventura e do topo Marcelo “Ayel” Mello, garantiram para a INTZ seus primeiro pontinhos nessa fase regular. Os 3 pontos mantiveram a INTZ viva na disputa, empatando na tabela com  a própria CNB, paiN e Team oNe, seja por uma das vagas na escalada da fase final, na escalada de promoção ou no duelo contra o rebaixamento automático.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *